Plutocracia.com


CIA assume envolvimento no golpe de Estado no Irão em 1953

Os serviços secretos americanos reconheceram publicamente que estiveram diretamente envolvidos no golpe de Estado que derrubou o primeiro-ministro Mohamed Mossadeq, democraticamente eleito em 1951. O ex-primeiro-ministro bateu-se pelo controlo público dos recursos naturais do país, como o petróleo, o que lhe valeu muitas inimizades no Ocidente.

Esquerda.net - 21 de Agosto de 2013

http://www.esquerda.net/artigo/cia-assume-envolvimento-no-golpe-de-estado-no-ir%C3%A3o-em-1953/29082

A CIA reconheceu explicitamente que esteve por detrás do golpe de Estado que derrubou o primeiro-ministro iraniano Mohamed Mossadeq em 1953, segundo documentos publicados no passado domingo pelo Arquivo da Segurança Nacional.

Ainda que a agência tenha já difundido uma versão da sua intervenção nesses acontecimentos em 1981, esta é a primeira vez que se faz referência concreta ao seu envolvimento no planeamento e na execução do golpe.

O nome de código da operação da CIA era TPAJAX e nunca tinha sido mencionada nos documentos revelados pela agência em 1981. “As participações do Reino Unido e dos Estados Unidos sempre foram do domínio público e está bem documentada, mas esta é a primeira vez que a CIA reconhece que ajudou a criar e a levar a cabo o golpe de Estado”, assinala o Arquivo.

A operação TPAJAX incluía o uso de propaganda para minar a credibilidade política de Mossadeq, com a colaboração do Sha, o suborno a vários membros do Parlamento, a organização de forças de segurança e a incitação a manifestações e protestos.

A iniciativa prevista em TPAJAX falhou, mas finalmente todos que, de alguma maneira compartilhavam o interesse em derrubar o primeiro-ministro, conseguiram coordenar e juntar as suas forças com sucesso a 19 de agosto.

“A nova propaganda acusa o primeiro-ministro de se fazer passar pelo “salvador do Irão” e admite que, invés disso construiu um amplo aparelho de espionagem para o qual capturou todos os setores da sociedade, desde o Exército à imprensa, passando por políticos e líderes religiosos. Mostram-se imagens da sua suposta aliança com os bolcheviques sob o lema: “É esta a maneira como pretendes salvar o Irão, Mossadeq? Sabemos o que queres salvar, queres salvar a ditadura de Mossadeq!”, lê-se nos documentos revelados sobre as operações de propaganda previstas no TPAJAX.

O novo papel da agência no golpe deu-se a conhecer na véspera do 60º aniversário da expulsão do poder de Mossadeq, eleito democraticamente como primeiro-ministro do Irão em 1951. O seu sucessor, o general Fazlollah Zahedi, foi imposto através de uma decisão conjunta dos serviços secretos britânicos MEU6 e da CIA.

“Aplaudimos a decisão da CIA em tornar acessível ao público estes documentos. A nova informação demonstra claramente que este material poderia se ter desclassificado perfeitamente há muitos anos sem nenhum perigo para a segurança nacional”, defende o Arquivo.

Durante muitos anos, membros da CIA asseguravam que os relatórios relativos ao sucedido no Irão nessa data tinham sido destruídos e extraviados em 1960. No entanto, nos últimos anos, várias publicações provaram o envolvimento da CIA e inclusive dois presidentes, Bill Clinton e Barack Obama, reconheceram a intervenção dos Estados Unidos da América no derrube de Mossadeq.

http://www.esquerda.net/artigo/cia-assume-envolvimento-no-golpe-de-estado-no-ir%C3%A3o-em-1953/29082

Home